Com o compromisso de fortalecer o artesanato nas cidades mineiras, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria Estadual Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), tem acompanhado no interior do estado a repercussão das ações governamentais. A assessora de gabinete da Seedif, Lais Moreira, se reuniu nesta quinta-feira (22) com Leila Abrahão, gerente do Departamento de Trabalho, Emprego e Renda de Juiz de Fora e com a sua equipe. No encontro, foi apresentado o resultado do mutirão do cadastramento de artesãos realizado na cidade da Zona da Mata em 2017. 

A Carteira Nacional do Artesanato, entregue pela Seedif, em Juiz de Fora, teve um impacto positivo, principalmente na parte coletiva entre os artesãos. Na cidade também foi implementado um programa de descontos para os trabalhadores que possuem o documento. Segundo Leila, o próximo passo é organizar capacitações com o apoio de outras entidades e participar de feiras através de editais.

Laís também apresentou ao executivo municipal o Plano Quadrienal de Desenvolvimento do Artesanato Mineiro, a primeira política pública do artesanato em Minas Gerais, que tem como objetivo principal impulsionar o crescimento do artesanato nos mercados interno e externo, além de ser um divulgador da arte popular. O Plano Quadrienal se baseia em um tripé formado pela qualificação, a formalização e a comercialização dos produtos artesanais.

A parceria com a Seedif  visa ajudar os artesãos na modernização da produção e na capacitação dos trabalhadores, além de auxiliar na gestão dos pequenos negócios.