O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), entregou nessa quinta-feira (29) 61 Carteiras Nacional do Artesão em São Lourenço, no Sul do estado. Em parceria com a Prefeitura Municipal, a entrega foi realizada na abertura da 34ª Feira de Artesanato Rural da AMAR.

Tradicional evento da região, de grande importância para o lazer, a cultura e a economia local, a feira contou com o apoio da Seedif também na infra estrtura das tendas e nos transportes das peças. Representates da secretaria de estado, motivadores do desenvolvimento regional, conversaram com os artesãos durante a feira e explicaram as vantagens de possuir a Carteira do Artesão.

O documento formaliza a atividade do trabalhador e, entre outros benefícios, possiblita a capacitação do profissional além de abrir oportunidades para o artesão participar de feiras regionais, estaduais e nacionais através de editais. Esteve presente o Subsecretário da Seedif, Pedro Leão, que parabenizou o trabalho dos artesãos e enfatizou a importância do Governo conhecer o trabalhador.

No Sul de Minas é possível identificar artesanatos de altos valores culturais e financeiros, que movimentam a economia local e divulgam as artes do estado para as demais regiões do país e do mundo. Estes encontros com os artesãos são importantes para o Governo de Minas Gerais conhecer as demandas do trabalhador e conseguir agir de acordo as suas necessessidades”, explica.

Por meio da Seedif, o Governo de Minas intensificou o cadastro dos artesãos em todo o estado através dos Fóruns Regionais e mutirões de cadastramento. Em 2017 foram mais de dois mil artesãos cadastrados, número 75% maior do que no ano anterior. Através dos encontros com os artesãos também foi possível identificar formas de fomentar o setor e beneficiar o trabalhador.

Durante a Semana do Artesão Mineiro, entre 19 e 23 de março deste ano, o Governo de Minas Gerais lançou o Plano Quadrienal de Desenvolvimento do Artesanato Mineiro, primeira política pública voltada para este setor tradicional no estado e tem como objetivo principal impulsionar o crescimento do artesanato nos mercados interno e externo, além de ser um divulgador da arte popular.

Entre as comemorações da data, também foi lançado o Portal do Artesanato, uma iniciativa da Federação Mineira do Artesanato. Trata-se de uma plataforma na qual os artesãos poderão comercializar suas obras. Foi desenvolvida por jovens filhos de artesãos do Campo das Vertentes e nasce como uma startup.

Por Ascom Seedif